CLINICADACARTILAGEM.COM.BR

Português    English (UK)    |   
 
 
Português    English (UK)   Deutsch    Español    |   
 
 

O que se comenta.....

Plasma Rico em Plaquetas.

A reportagem mostrada no programa Esporte Espetacular no dia 10 de janeiro de 2010, com o título de “Técnica revolucionária melhora índice de recuperação de lesões” , demonstrou uma técnica complementar para o tratamento das lesões tendinosas e musculares que vem se tornando eficaz no tratamento de atletas. Mas alguns pontos demonstrados podem confundir a população leiga, como por exemplo dizer que esta técnica é capaz de “tratar” uma lesão do Ligamento cruzado anterior, como foi apresentado.
Os estudos internacionais e nacionais demonstram que ao acelerar a cascata de regeneração tecidual, podemos aumentar a resposta às lesões inflamatórias e curá-las de forma mais rápida.
Este método não é eficiente separadamente para tratamento de fraturas, lesões ligamentares e lesões da cartilagem articular, ainda sendo necessário o cirurgião ortopédico para imobilizar o foco da fratura, reconstruir o ligamento e usar de meios modernos como, por exemplo, o uso de transplante de condrócitos ou células tronco mesenquimais para estimular a formação de nova cartilagem.
A biologia dos fatores de crescimento (PRP) apresenta uma diferente resposta dos tecidos vivos a diferentes formas de lesão, como traumas, contusões e atos cirúrgicos
Todo trauma resulta de lesão celular e tecidual.
A resposta natural do nosso corpo a este trauma é uma série de  passos de regeneração e remodelação  de forma coletiva que é chamado de “Cascata de cicatrização”.
Os passos são iniciados e controlados por proteínas bioativas encontradas nas plaquetas, plasma e leucócitos.
A regeneração celular, assim como a remodelação e proliferação requerem a combinação de:
o Arcabouço ( Matrix estruturada)
o Células indiferenciadas
o Proteínas (Plaquetas, plasma e leucócitos)
O aumento da concentração de proteínas bioativas age como um catalisador que acelera o processo de  regeneração e forma o fundamento da engenharia tecidual.
O sangue contém proteínas bioativas que iniciam e controlam o processo de cicatrização.Uma pequena quantidade do sangue do próprio paciente pode ser direcionado e concentrar esta proteínas. Colocando estas proteínas na ferida ou local do trauma ou inflamação, ajuda a acelerar o processo de cicatrização.
Este tratamento não pode ser confundido com a utilização de células tronco mesenquimais para o tratamento das lesões da cartilagem articular, na qual são mobilizadas estas células da medular do osso, intra-articular através da técnica de micro fraturas ou por punção da medula óssea do osso da bacia e separação através de método específico, ou ainda o cultivo em laboratório.
Alguns cuidados devem ser levados em consideração: O uso de PRP não é a solução mágica para o tratamento de qualquer lesão. Não deve ser feito fora de ambiente estéril ou hospitalar, pior que um tendão inflamado é um tendão infectado. Existem equipamentos específicos para esta preparação.
Curitiba 08 de fevereiro de 2010

Acesso aos pacientes

Esqueceu sua senha?
Esqueceu seu usuário?